quinta-feira, 30 de abril de 2009

Uiaaaa!!!!!!!!!

O Senado determinou nesta quarta-feira (22) que apenas os parlamentares e seus respectivos assessores poderão utilizar as passagens aéreas referentes ao mandato. Segundo o Bahia Notícias, a cota mensal foi extinta e substituída por uma verba de transporte aéreo, que corresponde a cinco trechos de ida e volta da capital do estado de origem do político à Brasília. As novas regras restritivas são semelhantes às tomadas pela Câmara Federal e entram em vigor já a partir desta quinta (23). O senador que tiver compromissos no exterior precisará ter o pedido aprovado pelo plenário. Nas duas Casas do Congresso Nacional não ficaram estabelecidas punições aos parlamentares que fizerem uso indevido dos bilhetes.

Já em tempo "deles" levarem alguma desvantagem em alguma coisa, né? Dessa vez a opinião pública conseguiu se impor, porém........vamos torcer os dedinhos praticamente até quase se quebrarem para q isso não seja apenas um: "bate, depois assopra" e eles não inventem alguma outra liminar, q de maneira camuflada, anule essa justa decisão. Pois qdo a esmola é mta, o santo desconfia....

Um comentário:

  1. É, vamos ver se esse país começa a se ajeitar, né?
    Bjs

    ResponderExcluir

Pega leve pq eu sou sensível, tá? rssss